RURAL NOTÍCIASNOTÍCIAS – TECNOLOGIA – Feira traz novidades que reduzem custo de produção

Drones, máquinas e sementes mais resistentes facilitam e tornam mais produtiva a vida do agricultor

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Santander oferta R$ 250 mi em crédito na Expodireto Cotrijal
Expodireto Cotrijal inicia nesta segunda
Facilitar o manejo e, principalmente, reduzir custos de produção. Essas são as principais soluções proporcionadas por algumas das tecnologias expostas na 17ª edição da Expodireto-Cotrijal, que acontece na cidade de Não-Me-Toque (RS). São drones, máquinas e sementes mais resistentes para facilitar e tornar mais produtiva a vida do agricultor.

Entre as novidades está o Pelicano, drone produzido pela empresa Skydrone para ser utilizado na aplicação de defensivos. Ele carrega dez quilos do produto e tem capacidade para percorrer 180 hectares por dia, debaixo de sol ou de chuva. O Pelicano não atua sozinho. O drone Zangão, que já está disponível no mercado, faz o mapeamento da lavoura, através de uma câmera acoplada, para então o Pelicano entrar em ação.

“A gente faz o levantamento de 400, 500 hectares por voo com câmeras que conseguem detectar o problema muito antes do olho humano. Com isso, a gente reduz a aplicação de produto químico. A economia pode chegar a 60% de economia”, diz o presidente do Skydrone, Ulf Bogdawa.

Novidades tecnológicas prometem reduzir custos

Outra tecnologia lançada pela empresa é o Zika Killer. O equipamento é o mesmo do pelicano. A diferença é a câmera acoplada, que localiza possíveis focos do mosquito da dengue e aplica larvicidas.

Muito aguardada pelos produtores de soja, a feira também apresenta pela primeira vez a semente Liberty Link, da Bayer. Trata-se de uma variedade indicada para o controle de plantas daninhas resistentes ao herbicida glufosinato de amônia, princípio ativo liberado no ano passado.

“Um grande diferencial da soja Liberty Link, além do controle efetivo de planta daninha, é a flexibilidade e a praticidade. Nossa estratégia é aliar nosso portfólio de proteção de cultivos a nossa semente e tecnologia para apoiar o agricultor no processo de decisão de forma mais integrada”, diz Hugo Borsari, diretor de negócios da Bayer.

Batizado de Rolo Faca, o autonivelante da Indutal Tecnometal promete economia na aplicação de produtos químicos. “Antes do plantio da soja e do milho, aplica-se o Rolo Faca. Onde está a economia disso? Está em você não usar o herbicida, paraquat ou secante. Em vez de aplicar o herbicida, você aplica a ação mecânica do rolo faca”, explica Airton Stadtlober, diretor da Indutal.

As novidades na feira são muitas. Para seduzir ainda mais os produtores, são oferecidos descontos e juros baixos. Mais importante do que olhar para o bolso, é saber qual a real necessidade de comprar algo novo.

“Se tem uma coisa positiva na crise, é que está trazendo o produtor para a realidade. Nós não podemos comprar uma máquina como compramos um carro. Uma máquina é um bem de capital”, diz Antônio da Luz, economista da Farsul (Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul).

A conta é simples: “Pego o quanto vou gastar a mais como esse investimento, quanto vai me custar a mais esse investimento nos próximos anos – e não somente nesse –, o quanto eu vou reduzir de outros custos e o quanto vai aumentar de receita”, diz o economista.

Bruna Essig/Canal Rural
Expodireto

Fonte:Canal Rural

Compartilhe!