RURAL NOTÍCIASMILHONOTÍCIAS – RISCO CLIMÁTICO – Mudança no zoneamento agrícola quer garantir cobertura do seguro rural em caso de quebra

Fonte:Henrique Bighetti/Canal Rural

Setor produtivo propõe flexibilização de datas, incluindo níveis de risco que variam entre 50% e 80%

 

O zoneamento agrícola de risco climático deve ser atualizado ainda neste ano e pode flexibilizar os períodos indicados para o plantio de safras. A ideia é que produtores não percam benefícios do seguro rural quando tiverem quebra na produção.

Atualmente, o instrumento determina a data limite para o plantio de 40 culturas, com base em estudos que indicam o período ideal para obter, pelo menos, 80% de sucesso na produtividade da safra. A orientação é utilizada como regra pelas instituições que operam seguro rural no país; quem planta fora do prazo perde os benefícios.

O setor produtivo propõe uma flexibilização de datas, que incluam outros níveis de risco, variando entre 50% e 80%. Para o presidente da Câmara Setorial da Soja, Glauber Silveira, o seguro pode até ficar mais barato, uma vez que aqueles que tiverem menos riscos tendem a pagar um prêmio menor.

As propostas de atualização do zoneamento vão ser encaminhadas pela Câmara Setorial ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que já demonstrou apoio ao setor produtivo. A expectativa é que as novas regras passem a valer para as próximas safras de trigo e milho, que vão ser plantadas em 2017.

O pesquisador Aryeverton Oliveira, da Embrapa Informática Agropecuária, entidade responsável pelos estudos que baseiam o zoneamento agrícola, explica que, para que o instrumento forneça informações mais precisas de risco climático é preciso aumentar o número de estações meteorológicas no país. Segundo ele, isso vai auxiliar o desenvolvimento das pesquisas e dar maior qualidade aos resultados.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *