RURAL NOTÍCIASAGRICULTURANOTÍCIAS – EM ALTA – Produtores de uva comemoram safra 10% maior no Rio Grande do Sul

Fonte:MDA/divulgação

Clima favorável aumenta qualidade das frutas e faz produtores esquecerem prejuízo da 2016; colheita deve superar 600 mil toneladas

Produtores comemoram previsão de safra de uva 10% maior no Rio Grande do Sul, em relação à temporada passada. O volume superior a 600 mil toneladas foi confirmado durante a abertura oficial da colheita, que aconteceu neste fim de semana. Em 2016, alguns produtores perderam praticamente tudo por causa da chuva excessiva.

José Pertile é um dos que comemoraram ao ver o parreiral cheio de uvas. No ano passado, deu para contar nos dedos o que sobrou após a chuva de granizo pegar em cheio a região serrana gaúcha. Neste ano, tudo mudou.

“O clima ajudou bastante. Tivemos as chuvas regulares, sem excessos na época da floração. Foi um ano bom”, afirma.

A produção deve chegar a 280 toneladas, estima Pertile ao olhar os cachos cheio do parreiral. O preço que será pago ainda não foi definido pela cooperativa que compra dele.

“Estou otimista, porque as uvas estão com boa qualidade e uma cor ótima, o que conta muito”, acredita.

A colheita 10% superior à de ciclos anteriores deve ajudar a recompor os estoques das indústrias, que estão muito baixos. Na última safra, produtores tiveram quebra de 57%,  a maior dos últimos 40 anos. O Rio Grande do Sul é responsável por mais de 90% de uvas para processamento. O volume traz tranquilidade ao setor.

“Se nós não tivéssemos em 2017 uma safra de volume normal, haveria sérios prejuízos ou até mesmo risco de não termos produto suficiente para abastecer o mercado”, analisa o presidente do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Dirceu Scottá.

A indústria também comemora a qualidade das uvas cultivadas pelos produtores. “Excelente maturação, excelente sanidade, consequentemente vai nos dar excelentes produtos”, completa.

  • Bruna Essig, de Bento Gonçalves (RS)
  • Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *