RURAL – Mapa libera R$ 693 milhões para subvenção ao seguro

Fatia de 71% do valor anual estará disponível em junho e será destinada a pagar parte do prêmio de culturas de grãos, frutas, pecuária e florestas

O Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) irá contar com recursos na ordem de R$ 693 milhões no mês de junho, de um total de R$ 976 milhões previstos na lei orçamentária aprovada pelo Congresso em abril. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O montante anunciado corresponde a 71% do total previsto para 2021. O valor restante deve ser liberado ao longo do segundo semestre.

“Com esse apoio do governo federal será possível fomentar a contratação de aproximadamente 115 mil apólices e proporcionar a cobertura de 7,5 milhões de hectares”, disse o diretor do Departamento de Gestão de Riscos do ministério, Pedro Loyola.

Do total de recursos disponibilizados, R$ 400 milhões serão direcionados para a contratação de apólices para as culturas de inverno, incluindo o milho segunda safra e o trigo. Outros R$ 200 milhões irão para as culturas de verão, como a soja, o milho primeira safra, arroz e feijão. Além disso, R$ 65 milhões serão disponibilizados para a produção de frutas, R$ 6 milhões para a pecuária, R$ 1 milhão para as florestas e R$ 21 milhões para as demais culturas. Para os grãos, o percentual de subvenção ao prêmio varia de 20% a 40%, dependendo da cultura e do tipo de cobertura contratada.

O economista-chefe do Sistema Farsul, Antônio da Luz, fez uma avaliação boa da notícia. “Por muito tempo, esse não era sequer o valor de um ano”, destacou. Ele ressalta que obter a liberação de 71% do valor previsto no primeiro semestre do ano pode causar uma sensação de que terão faltado recursos ao final de 2021, mas atribui isso ao fato de que “o seguro está finalmente se desenvolvendo no país”. Para o economista, o governo tem um papel importante na difusão do seguro, uma vez que, ao colocar dinheiro no programa, estimula o produtor a fazer a contratação.

O ministério também informou que serão alocados R$ 50 milhões para a segunda edição de um projeto-piloto voltado exclusivamente a produtores enquadrados no Pronaf, o que, segundo Loyola, visa proporcionar a esse público melhores condições na contratação do seguro.

Contratação

O produtor que tiver interesse em contratar o seguro rural deve procurar um corretor ou uma instituição financeira que comercialize apólices de seguro rural. Atualmente, 15 seguradoras estão habilitadas para operar no PSR.

Danton Júnior

Fonte : Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.