RURAL – Federarroz lança 31ª Abertura Oficial da Colheita, em formato híbrido

Evento ocorre de 9 a 11 de fevereiro, em Capão do Leão, com presença confirmada do vice-presidente da República, Hamilton Mourão

  • Estação da Embrapa Clima Temperado se preparou para receber público de acordo com normas sanitárias de prevenção ao Covid-19

    Estação da Embrapa Clima Temperado se preparou para receber público de acordo com normas sanitárias de prevenção ao Covid-19 | Foto: Guilherme Testa/CP Memória

    A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) lançou nesta quinta-feira a 31ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, que ocorrerá de modo presencial e virtual do dia 9 ao dia 11 de fevereiro, em Capão do Leão, zona sul do Estado. Cerca de 50 expositores, além de vitrines tecnológicas de oito unidades da Embrapa, vão apresentar as novas tecnologias disponíveis para a cultura do arroz. O evento ocupará a Estação Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, com uma área de nove hectares, o que possibilitará uma média diária de até 1,2 mil visitantes, obedecendo os protocolos sanitários de prevenção ao Covid-19, firmados entre a organização e a Secretaria da Saúde. Já está confirmada a visita à estação do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e a participação virtual da ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

    Neste ano, a Abertura da Colheita terá como tema "Os novos rumos do sistema de produção". Segundo o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, o modelo adotado nos últimos dois anos pela cultura, de produzir mais em uma área menor, apostando na qualidade do grão e nas perspectivas de remuneração ao produtor, veio para ficar. "A lavoura orizícola atingiu outro patamar", destacou Velho, adiantando que o setor no país já inicia o ano com uma expectativa de exportação de  1,5 milhão de toneladas de arroz, volume semelhante ao de 2020, e com preços partindo de R$ 85,00 a saca de 50 quilos. Velho também anunciou que o Terminal Logístico do Arroz (TLA), no Porto de Rio Grande, está pronto para operar e iniciará os embarques tão logo o volume colhido ganhe corpo, o que deve ocorrer ao longo do mês de março.

    O presidente do Irga, Ivan Bonetti, informou que a produtividade de arroz estimada para este ano é de 7,9 toneladas por hectare, um pouco abaixo da consolidada no ano passado, de 8,4 toneladas por hectare. A redução deve ocorrer por conta de perdas pontuais na Metade Sul, onde a pouco chuva afetou mananciais de água que abastecem lavouras irrigadas.

    Os interessados em se inscrever para participar da 31ª Colheita do Arroz podem fazê-lo em formulário disponível no site oficial do evento: www.colheitadoarroz.com.br . Neste endereço também será possível acompanhar a cerimônia de abertura, às 14h do dia 11 de fevereiro, e as transmissões digitais de debates e palestras.

    Nereida Vergara

    Fonte : Correio do Povo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *