RURAL – Entidades protestam contra mudança no registro de agrotóxicos

Reunião virtual ocorre nesta segunda com o objetivo de encaminhar posicionamento ao governo do Estado

  • A Frente Parlamentar Gaúcha em Defesa da Alimentação Saudável promove nesta segunda-feira uma reunião virtual para mobilização contra o Projeto de Lei 260/2020. O objetivo é criar um documento a ser encaminhado ao governo solicitando a retirada do regime de urgência e um amplo debate sobre o tema.

    O projeto propõe liberar em território gaúcho o uso de produtos sem registro em seus países de origem. “É inaceitável que o governo retroaja uma determinação aprovada por unanimidade em 1982, quando não se tinha tanto conhecimento como agora de que agrotóxicos fazem mal”, argumenta o coordenador adjunto do Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos, Leonardo Melgarejo.

    “Somos um dos estados que mais consome agrotóxicos e temos vários casos de deriva e intoxicação”, acrescenta o presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do Rio Grande do Sul, Juliano de Sá. O PL é defendido por entidades dos produtores rurais, que alegam que o RS é o único estado com a atual exigência.

    *Sob supervisão de Danton Júnior

    Carolina Pastl*

    Fonte : Correio do Povo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *