RURAL – Custos sobem e suinocultor avalia abater animais com peso abaixo do usual

Disparada foi de quase 15% no custo de produção dos suínos no mês de outubro

Nereida Vergara

  • O custo de produção do quilo vivo do suíno em outubro ficou em R$ 6,17
  • O custo de produção do quilo vivo do suíno em outubro ficou em R$ 6,17 | Foto: Divulgação Pixabay

    A disparada de quase 15% no custo de produção dos suínos no mês de outubro, calculado pela Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa Suínos e Aves, de Concórdia, com base no setor produtivo de Santa Catarina, pode fazer com que os suinocultores do Rio Grande do Sul adotem uma medida extrema: enviar para o abate animais com peso abaixo do usual. O ICPSuínos de outubro, 14,98% maior que o de setembro, foi puxado pelos preços do milho e do farelo de soja, que atingiram marcas históricas no segundo semestre. O custo de produção do quilo vivo do suíno em outubro ficou em R$ 6,17, R$ 0,80 maior que no mês anterior.

    O presidente da Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), Valdecir Folador, afirma que a situação do setor se aproxima do dramático. Segundo ele, o produtor tem pago entre R$ 90,00 e R$ 95,00 pela saca do milho vinda do Mato Grosso ou importada do Paraguai. “Se comprar milho gaúcho, o pouco que ainda tem, o preço da saca ultrapassa os R$ 100”, comenta. Folador explica que o peso ideal para abate do suíno fica entre 125 e 128 quilos, com cada animal consumindo cerca de 300 quilos de alimento no ciclo completo. A alternativa para diminuir o custo de produção, pondera o dirigente, seria liberar o animal para abate com 100 quilos, o que traz prejuízo no rendimento da carcaça, mas representa uma economia de 70 quilos de ração por animal.

    Além do ICPSuínos, a Embrapa apurou alta no ICPFrangos, de 8,89% em relação a setembro. Com isso, o custo de produção do frango vivo, com base no setor produtivo do Paraná, ficou em R$ 4,25 em outubro, contra R$ 3,90 em setembro. No acumulado ano, o ICPFrangos teve alta de 36,33% e o ICPSuínos de 40,69%.

    Fonte : Correio do Povo

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *