RURAL – Conab estima crescimento de 8,3% na produção de trigo do Rio Grande do Sul

Apesar da intempérie de agosto, cultura tem desempenho satisfatório e pode chegar a uma colheita de 2,39 milhões de toneladas

Queda na produtividade deve ser compensada por aumento de 26,4% na área plantada

Queda na produtividade deve ser compensada por aumento de 26,4% na área plantada | Foto: Luis Henrique Magnante/ Divulgação Embrapa/ CP Memória

A geada ocorrida em 22 de agosto, que atingiu parte das lavouras de trigo e causou perdas significativas em algumas regiões do Rio Grande do Sul, diminuiu a produtividade da cultura, mas não vai impedir o crescimento no volume e na qualidade do grão que está sendo colhido no Estado. A afirmação é do superintendente regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab/RS), Carlos Roberto Bestetti, ao comentar os dados do 2ª Levantamento da Safra de Grãos 2020/2021, divulgado nesta terça-feira, 10 de novembro.

A pesquisa da Conab aponta que o RS deve colher 2,39 milhões de toneladas de trigo, 8,3% a mais do que na safra passada, mesmo com a diminuição de 14,3% na produtividade, de 3 toneladas por hectare em 2019 para 2,57 toneladas neste ano. " Houve perdas, mas o aumento de área, de 739 mil para 930 mil hectares, compensa a produção e dá ao produtor a oportunidade de aproveitar os bons preços do momento", destaca Bestetti.

De acordo com o levantamento de novembro, o Rio Grande do Sul terá área plantada total na safra 2020/2021 – incluindo, além do trigo, arroz, feijão, soja e milho – de 9,2 milhões de hectares, 2,1% a mais que na safra passada. A expectativa de colheita é de 36,5 milhões de toneladas, 38% a mais que no ciclo 2019/2020, mas ainda sem considerar os efeitos de uma possível estiagem nos plantios de verão.

No Brasil, a expectativa é de que a produção de grãos alcance 268,9 milhões de toneladas, 4,6% a mais que na safra 2019/2020.

Fonte : Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *