Rússia pode flexibilizar restrições à carne de Mato Grosso e do Rio Grande do Sul, diz Abrafrigo

Liberação das importações do Paraná, porém, não deve acontecer tão cedo em função do caso não clássico de vaca louca registrado no Estado

Claudio Vaz

Foto: Claudio Vaz / Agencia RBS

Serviço sanitário russo cogita conversar sobre restrições às importações, mas não estabeleceu prazos

O presidente da Associação Brasileira dos Frigoríficos (Abrafrigo), Péricles Pessoa Salazar, disse na quinta, dia 21, após o término da reunião com o serviço de defesa agropecuária da Rússia, que os russos sinalizaram com a possibilidade de flexibilizar as restrições às importações das carnes de Mato Grosso e Rio Grande do Sul. No entanto, consideram difícil liberar o Paraná, devido ao caso não clássico de vaca louca que ocorreu em 2010 e foi confirmado em dezembro do ano passado.
A liberação das exportações dos três Estados, que estão suspensas desde junho de 2011, foi o tema da conversa dos dirigentes da Abrafrigo com o chefe do órgão de defesa agropecuária russo, Sergey Dankvert. Participaram ainda do encontro empresários, como o presidente da JBS, Wesley Batista, e os secretários de Defesa Agropecuária, Enio Marques Pereira, e de Relações Internacionais, Célio Porto, ambos do Ministério da Agricultura.
Salazar afirmou que o chefe do serviço sanitário russo apenas sinalizou com a possibilidade de conversar sobre as restrições, sem estabelecer um prazo para que as medidas entrem em vigor. Ele relatou também que os russos querem uma parceria de longo prazo com a Abrafrigo para ampliar o número de frigoríficos fornecedores de carnes, uma vez que os grandes grupos respondem por mais da metade das exportações.

Agência Estado

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *