Rússia põe 3 brasileiras sob controle rígido para exportar carne

Unidades de suínos da BRF de Uberlândia (MG), Seara de Seara (SC) e outra de bovinos da Marfrig em Rio Verde (GO) estão na lista do serviço veterinário russo

por Estadão Conteúdo

 Shutterstock

Segundo informações do serviço de fiscalização veterinária da Rússia, duas unidades de suínos estariam sob "controle rígido", além de outra de carne bovina (Foto: Shutterstock)

O serviço de fiscalização veterinária e fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor) colocou três unidades brasileiras produtoras de carne sob "controle rígido" para exportações desde a última sexta-feira (9/8). Segundo informações no site do órgão russo, são duas unidades de suínos – SIF 3681 (BRF de Uberlândia – MG) e SIF 490 (Seara de Seara – SC) – e a outra de carne bovina – SIF 3062 (Marfrig, ex-planta do Margen, de Rio Verde – GO).
Ainda no site, o Rosselkhoznadzor informou que exames laboratoriais revelaram a presença da bactéria "Listeria" em carne bovina congelada exportadas da unidade da Minerva Foods, em Palmeiras de Goiás (GO) (SIF 431). "Em 6 de junho, esta planta já tinha sido objeto de restrições temporárias também devido à detecção de Listeria. Decidiu-se a informar o serviço veterinário brasileiro sobre os resultados dos testes de produtos expedidos antes da data em que foram impostas restrições temporárias",

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *