RS: Vitivinicultura é penalizada com restrições do Ibravin

RS: Vitivinicultura é penalizada com restrições do IbravinTrabalho com a Embrapa produzia mudas e viveiros superiores /EMBRAPA/DIVULGAÇÃO/JC

Devem ser conhecidos nesta terça-feira os nomes que formarão o novo conselho da União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra), que passará a contar com representantes de cooperativas e também de produtores. A mudança atende uma das exigências para que a entidade possa incorporar os trabalhos do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

O aporte de recursos oriundos do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura (Fundovitis) para o Ibravin foi descontinuado este ano após o Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS) pedir esclarecimentos sobre gastos em anos anteriores. Neste ano já foram reduzidas as ações realizadas em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) na divulgação da bebida nacional em férias no Exterior. De acordo com Gabriela Poletto, gestora administrativa e, desde a semana passada, a única funcionária do instituto, o investimento para divulgar os vinhos brasileiros fora do País, que já foi próximo de R$ 3 milhões, recebeu menos de R$ 1,5 milhão neste ano.

por Equipe do Site

Fonte : Felipevieira.com

Leia mais no Jornal do Comércio