RS ganha plano de apoio a cooperativas

Fonte: Correio do Povo

 Governador confirmou medidas sugeridas por grupo de trabalho<br /><b>Crédito: </b>  vinícius roratto
Governador confirmou medidas sugeridas por grupo de trabalho
Crédito: vinícius roratto

As cooperativas gaúchas terão crédito mais barato e com prazo alongado para botar as finanças em dia. O Recoop/RS integra o plano de nove medidas confirmado ontem pelo governador Tarso Genro. O financiamento será concedido com verba do BNDES e poderá ser contratado via Banrisul, Badesul ou BRDE. O juro ainda não foi definido, mas deve ficar entre 4,25% e 6,75% ao ano com prazo de 12 anos e três de carência. O projeto ainda depende do crivo da Assembleia, para onde deve ser remetido até quinta-feira. Junto, irão as propostas de criação de um fundo de aval e a equalização para o Simples Gaúcho. O secretário do Desenvolvimento Rural, Ivar Pavan, está confiante. “A expectativa é que sejam aprovados por unanimidade pela importância que representam para a sociedade.” O pacote inclui ainda medidas que já estão em tramitação na Casa, como o projeto de lei 335/2011 (reformulação do Fundopem) e o PL 333/2011, que cria a Política Estadual de Fomento à Economia da Cooperação e contempla o programa de extensão cooperativa e o de acompanhamento da gestão. O presidente da Ocergs, Vergilio Perius, comemora, mas pontua ajustes, como o caso do PL 333, em que o setor quer incluir artigo que torne a adesão facultativa. O assunto será tratado hoje em reunião com o deputado Heitor Schuch. Ocergs e SDR negociam emendas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *