RS: deputados cobram de governador ações de enfrentamento à estiagem

De acordo com o deputado Elton Weber, é preciso medidas preventivas para que o setor não enfrente problemas recorrentes das últimas safras

24 de março de 2021 às 20h53

Por Canal Rural

Em audiência com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o deputado estadual Elton Weber (PSB) solicitou nesta quarta-feira, 24, que o Executivo envie à Assembleia Legislativa um projeto de lei com ações concretas de enfrentamento das estiagens no prazo de até seis meses.

Na reunião,  acompanhado do presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca e Cooperativismo, deputado estadual Adolfo Brito (MDB), Weber entregou o relatório da Subcomissão de Irrigação, concluído em agosto de 2020. O texto contém contribuições de 20 entidades do Rio Grande do Sul, como da  Fetag-RS, a Fecoagro-RS e Emater.

O deputado Elton Weber é presidente da Frente da Agropecuária Gaúcha e espera que as sugestões  se transformem em um programa de governo até o plantio da próxima safra no Rio Grande do Sul, entre agosto e setembro. “Precisamos de um programa agressivo e eficaz, com previsão de subsídios para pequenos e médios produtores investirem, não podemos chegar a mais um verão sem perspectivas concretas neste sentido”.

Na safra de grãos  2020/2021, 116 municípios do Rio Grande do Sul decretaram situação de emergência por causa da estiagem, segundo a Defesa Civil do estado. De acordo com Weber, desta forma será possível minimizar os constantes prejuízos de agricultores e do próprio Estado. “O desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul está diretamente ligado ao desempenho da agropecuária. Os investimentos em infraestrutura, por exemplo, podem ser recuperados no médio e longo prazo com a redução de prejuízos na economia estadual”, explica Weber.

O governador Eduardo Leite disse que tem interesse em criar uma política de estado, num trabalho conjunto entre secretarias e o Parlamento. Nas próximas semanas, deve ocorrer uma reunião técnica com os secretários da Agricultura, Covatti Filho, e do Meio Ambiente, Arthur Lemos, e deputados da Comissão de Agricultura. “Temos absoluta disposição a partir deste documento em trabalhar conjuntamente e avançarmos”, disse Leite

Os encaminhamentos da Subcomissão de Irrigação:
  • Ação integrada entre agentes públicos, financeiros e privados para geração de energia elétrica de qualidade já que é preciso rede trifásica com capacidade para uso de equipamentos, inclusive os de irrigação;
  • Declaração das atividades de armazenamento de água como de interesse social em Áreas de Preservação Permanente (APP);
  • Construção de reservatórios;
  • Padronização de leis e simplificação de regras de licenciamento ambiental;
  • Criação de linha de crédito subsidiado para investimento em equipamentos; a garantia de assistência técnica e extensão rural ao agricultor familiar irrigante;
  • Instalação de um grupo gestor permanente de acompanhamento das ações de enfrentamento de estiagens junto ao gabinete do governador.

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *