RS cobra definição de preço

Contrariando expectativas de vinícolas e produtores, o aumento de 10% no preço mínimo do quilo da uva industrial para a safra 2011/2012 segue indefinido. Com a correção, o valor passaria dos atuais R$ 0,52 para R$ 0,57. O reajuste estava previsto para ser apreciado nas duas últimas reuniões do Conselho Monetário Nacional, mas parou no Ministério da Fazenda. Segundo o diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento Agrícola e Pecuário do Ministério da Agricultura, Edilson Guimarães, não há previsão de votação.
A demora para uma definição preocupa os produtores, que iniciaram a colheita na semana passada no Estado. O coordenador da Comissão Interestadual da Uva, Olir Schiavenin, espera que o assunto seja resolvido antes da visita da presidente Dilma Rousseff à Festa da Uva, em Caxias do Sul, prevista para o dia 16.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.