Roubo de cargas no Brasil registra o maior patamar em 15 anos

Produtos alimentícios estão entre os mais visados, diz NTC&Logística

Reprodução
Foto: Reprodução

Grande maioria das cargas tem como origem ou destino o Sudeste do país

O número de ocorrências de roubo de cargas em 2012 atingiu o maior resultado dos últimos quinze anos: foram 14,4 mil casos. O Estado de São Paulo registrou metade dos roubos, e o Rio de Janeiro ficou em segundo lugar, com um quarto das ocorrências. O prejuízo no ano passado chegou a R$ 960 milhões, segundo dados da Associação Nacional dos Transportadores de Carga & Logística (NTC&Logística).
– A grande maioria das cargas tem como origem ou destino o Sudeste do país, por isso a região concentra 83,64% das ocorrências e perdeu mais de R$ 693 milhões no ano passado – explica o assessor de segurança da NTC&logística, coronel Paulo Roberto de Souza.
Em comparação aos resultados de 2011, houve um aumento de 10,8% em relação ao número de casos e cerca de 4% no valor da carga roubada. Segundo a Associação, os produtos mais visados são alimentícios, cigarros, eletroeletrônicos, farmacêuticos, metalúrgicos, químicos, têxteis e confecções, autopeças e combustíveis.
– Durante a análise dos dados, observamos também que 75% das ocorrências acontecem nas zonas urbanas, durante o período de coleta e entrega, e apenas 25% são registrados nas estradas – salienta.
Veja também: Falta de segurança agrava dificuldades no transporte de cargas, diz diretor da Buonny

NTC&LOGÍSTICA

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *