Rondônia adere ao Cadastro Ambiental Rural

Estado pretende investir R$ 23 milhões na implantação do registro, que é obrigatório para todos os imóveis rurais

O estado de Rondônia se destacou na implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Serão investidos R$ 23 milhões do orçamento de 2013 na implantação do registro eletrônico, que é obrigatório para todos os imóveis rurais.O anúncio foi feito pela bancada de Rondônia na Câmara dos Deputados.

O governador Confúcio Aires Moura esteve, na última terça-feira (8), com o ministro interino do Meio Ambiente, Francisco Gaetani, para solicitar a liberação dos recursos. “Vamos levar a solicitação ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão”, garantiu Gaetani. “Rondônia é um dos Estados mais adiantados no processo de implantação do CAR, pois deflagrou esse processo assim que a nova Lei Florestal foi aprovada em maio do ano passado.”

Cadastro Ambiental Rural (CAR)
O CAR é um registro eletrônico obrigatório de todos os imóveis rurais e visa integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente (APP), das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país.

Foi criado pela Lei nº 12.651/2012 no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente (Sinima) e se constitui na base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do Brasil, bem como para o planejamento ambiental e econômico dos imóveis rurais.

Fonte:
Ministério do Meio Ambiente

Fonte: Portal Brasil Cadastro Rural por Portal Brasil — publicado 09/10/2013 12:36, última modificação 09/10/2013 12:54