Rio+20: países não terão prazos de desenvolvimento sustentável

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio+20, que ocorre de 13 a 22 de junho no Rio de Janeiro, não deverá definir prazos e metas de desenvolvimento sustentável para os países. Segundo o embaixador e secretário-executivo da Comissão Nacional do evento, Luiz Alberto Figueiredo Machado, a determinação das metas ocorrerá a partir de 2013 para que, em 2015, elas sejam postas em prática. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Machado disse também que os emergentes não fogem da responsabilidade de ajudar outros países em desenvolvimento a financiar iniciativas sustentáveis, como a infraestrutura e pesquisa sobre energia renovável, por exemplo. Porém, os emergentes buscam engajamento mais forte dos países desenvolvidos para atingir este tipo de meta, afirma o negociador brasileiro. Apesar de a União Europeia se dizer pronta para adotar metas concretas de desenvolvimento sustentável, o bloco não está disposto a dar verba para implementar tais ações.

Fonte: Terra