Rio Grande do Sul receberá 70 milímetros de chuvas em 4 dias

Segundo a Somar Meteorologia, isso deve acontecer a partir de quarta-feira, dia 29. Paraná e Santa Catarina também devem registrar algumas precipitações

Uma nova frente fria vai avançar pelo Brasil a partir da quarta-feira, dia 29. Em quatro dias, este sistema trará mais de 70 milímetros para o sul, centro e oeste do Rio Grande do Sul. Já no oeste e sul do Paraná e em Santa Catarina a previsão é de receber no mesmo período algo em torno de 15 e 30 milímetros. A precipitação será irregular com acumulado inferior aos 15 milímetros no oeste, centro e sul de Mato Grosso do Sul.

Não há previsão de chuva significativa em São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso por pelo menos sete dias. Entre o Espírito Santo e a Paraíba, a umidade que vem do mar causa chuva entre 15 e 30 milímetros. Em Salvador, inclusive no porto, o acumulado superará os 30 milímetros com precipitação por pelo menos seis dias consecutivos.

Estados Unidos

Previsão de chuva para para a faixa oeste do cinturão de grãos dos Estados Unidos, com volumes de até 55 milímetros acumulados até o dia 31 de agosto. Já em Illinois a perspectiva é receber apenas 10 milímetros acumulados nesse período.

Em setembro até devem acontecer algumas pancadas de chuvas nessa região oeste, mas com volumes menores, nas demais áreas o tempo deve ficar seco.

SUL

O tempo segue aberto em toda região. Durante o amanhecer as temperaturas ainda são baixas, principalmente nas áreas serranas, e não se descarta a possibilidade de geada nos arredores de São José dos Ausentes, Vacaria, e nas áreas da serra catarinense. Conforme o sol vai surgindo, as temperaturas se elevam e ficam agradáveis durante à tarde, devido à ausência de nebulosidade. Com isso, a amplitude térmica fica elevada. No norte do estado do Rio Grande do Sul, as rajadas de vento ultrapassam os 50 km/h. Pela manhã, há risco de nevoeiro na metade leste do Paraná, incluindo a capital paranaense, e o tempo segue mais nublado no litoral do estado.

SUDESTE

Na terça-feira, a frente fria já se encontra afastada, em direção ao oceano, e com isso o tempo firme volta a predominar entre São Paulo e o sul de Minas Gerais. O sol aparece ao longo do dia, porém em áreas mineiras a nebulosidade predomina. O sol eleva as temperaturas da tarde, porém o aumento é gradual no sul de Minas, onde as temperaturas da tarde são amenas, enquanto que nas demais áreas da região o calor predomina.

CENTRO-OESTE

Na terça-feira, o tempo firme ainda predomina em praticamente toda a região central do país, mas dessa vez, as instabilidades aumentam e a chuva retorna no extremo norte do Mato Grosso, mas de forma fraca e isolada. O calor e a baixa umidade relativa do ar seguem predominando em todos os estados e no Distrito Federal.

NORDESTE

Na terça-feira o tempo segue firme em grande parte do Nordeste. Chove de forma isolada no litoral do Maranhão e na faixa que vai desde o leste da Bahia e até o Rio Grande do Norte, por causa dos ventos úmidos do mar. A chuva fraca a qualquer hora do dia. No entanto, destaque para o Recôncavo Baiano, onde os volumes de chuva são mais expressivos. Nas demais áreas da região, o sol, calor e baixa umidade do ar predominam.

NORTE

Na terça-feira, as instabilidades tropicais ainda mantêm o tempo instável e com chuva na maior parte da região nortista. Atenção para a região de Manaus, a chuva pode ser volumosa. O tempo firme predomina apenas no sudeste do Pará, no Acre, na maior parte de Rondônia e sobre todo o estado do Tocantins. Calor em todas as áreas da região, mesmo com chuva.

Quarta-feira

SUL

A quarta-feira começa com tempo firme e temperaturas mínimas em elevação, se comparado ao dia anterior. Durante a tarde a nebulosidade aumenta, mas devido aos ventos quentes predominantes do quadrante norte, a temperatura se eleva, com sensação de calor em algumas áreas do interior. Porém, é no fim do dia que o tempo muda na metade sul do Rio Grande do Sul e novas áreas de instabilidade se formam e provocam chuvas nessa região. Na fronteira oeste e sul, a chuva vem acompanhada de trovoadas, rajadas de ventos e possível queda de granizo.

SUDESTE

A quarta-feira vai ser mais um dia de tempo seco em grande parte do Sudeste, apenas com risco de chuva entre Minas Gerais e Espírito Santo. As temperaturas continuam a subir aos poucos, por conta do predomínio do sol, porém as temperaturas da manhã seguem amenas e a tarde a sensação é de calor.

CENTRO-OESTE

Na quarta-feira, o tempo segue instável no noroeste do Mato Grosso devido às instabilidades tropicais do Norte do país. Enquanto isso, nas demais áreas, o tempo firme predomina e as temperaturas seguem bastante elevadas e com baixa umidade relativa do ar, o que favorece chance para novos focos de queimadas.

NORDESTE

A chuva perde intensidade no Recôncavo Baiano na quarta-feira. No Maranhão chove apenas no litoral oeste. Chove a qualquer hora do dia devido aos ventos úmidos que sopram do mar entre o leste da Bahia e o litoral da Paraíba. nas demais áreas, tempo firme, calor e baixa umidade relativa do ar.

NORTE

Na quarta-feira, as instabilidades seguem se espalhando pela região e a chuva retorna sobre todo o estado de Rondônia e do Acre. Aliás, a chuva ocorre de forma mais intensa e acompanhada por trovoadas em Porto Velho. Por outro lado, nada de chuva em Tocantins e no centro-leste do Pará.

Quinta-feira

SUL

A quinta-feira será marcada pelo avanço de uma nova frente fria. Desta forma, o tempo fica fechado com chuva a qualquer hora em todo o Rio Grande do Sul e grande parte de Santa Catarina, por isso as temperaturas não sobem, entretanto, o frio não será tão intenso quanto no fim de semana. Quanto às chuvas, os maiores volumes ficam restritos à divisa com Uruguai e fronteira oeste com a Argentina. Nessas localidades, as tempestades vêm seguidas de descargas elétricas com chances de granizo e alto volume de chuva. Entre o norte de Santa Catarina e o Paraná o tempo fica firme e as temperaturas mais elevadas.

SUDESTE

Na quinta-feira o tempo segue firme em grande parte do Sudeste e o sol predomina com poucas nuvens. Além disso, as temperaturas sobem e faz calor em várias áreas da região. Apenas no Espírito Santo é que ainda tem instabilidades por causa dos ventos úmidos que chegam do mar. As temperaturas ficam mais elevadas que nos dias anteriores.

CENTRO-OESTE

Nos próximos dias pouca mudança na região: o sol segue predominando entre poucas nuvens, o calor continua intenso e com baixa umidade relativa do ar.

NORDESTE

Na quinta-feira o tempo firme continua na maior parte do Nordeste, com sol, poucas nuvens e temperaturas bastante elevadas, o que favorece os baixos índices de umidade relativa do ar. Nas áreas litorâneas e na faixa leste nordestina o sol também aparece ao longo do dia, mas ainda tem muitas nuvens e condição para chover fraco a qualquer hora do dia.

NORTE

Na quinta-feira o tempo segue firme no Tocantins e no sudoeste do Pará. Nas demais áreas da região o sol também aparece e ajuda a elevar as temperaturas, o que mantém a sensação de tempo abafado. Além disso, tem muita umidade e essa combinação de calor e temperaturas altas formam nuvens carregadas, por isso chove a qualquer hora do dia, com potencial para trovoadas.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *