Rio Grande do Sul interdita abatedouros e faz apreensões no combate à aftosa

Fonte: Globo Rural

Objetivo é evitar ingresso de animais do Paraguai, onde um foco da doença foi detectado no final de setembro

por Agência Safras

 Shutterstock

Seis equipes de fiscalização da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Rio Grande do Sul (Seapa), que atuam desde a sexta-feira (23/9) nas regiões de fronteira com a Argentina, já fizeram apreensões e interditaram doismatadouros que operavam de forma clandestina.
O objetivo da ação é evitar o ingresso de animais com possível contaminação pela febre aftosa, a partir de foco encontrado no Paraguai no final de setembro.
De acordo com o médico veterinário Rodrigo Nestor Etges, do Serviço de Fiscalização e Controle de Trânsito, foi apreendido um bovino em um abatedouro clandestino em Esperança do Sul, além de 30 quilos de carne sem inspeção. Além daquele local também foi interditado outro, no município de Porto Xavier, onde foram apreendidos equipamentos de abate.
O animal encontrado no abatedouro foi desossado e a carne doada para instituições filantrópicas. A carne que não possuía inspeção foi inutilizada e um auto de infração aplicado ao proprietário do produto. Além disso, equipes volantes, com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual, Brigada Militar e do Exército vistoriaram pelo menos 60 quilômetros de margem do rio Uruguai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *