RIO GRANDE DO SUL – Estiagem se agrava e há 129 municípios em emergência

Tentando enfrentar danos causados pela estiagem que castiga o Rio Grande do Sul desde o final de 2019, o governo estadual estima que o cenário adverso seguirá ao menos até o fim deste mês. A ausência de chuva constante e volumosa nas últimas semanas e a previsão de tempo seco na maior parte de março contribuem para o cenário pessimista. No início de janeiro, 14 municípios haviam decretado situação de emergência em razão dos prejuízos causados pela escassez de chuva. Até ontem, esse número estava em 129 – 31 já reconhecidos pela União. O trâmite garante ações de socorro para amenizar estragos.

– A situação está se agravando. Estiagem é evento lento e gradual. As perspectivas são de que ela vai se prolongar até quase o final de março. Então, a tendência é piorar – alerta o coordenador da Defesa Civil no Estado, Julio Cesar Rocha Lopes.

Regiões

O governo adota cautela ao falar sobre possibilidade de seca. Conforme a Defesa Civil, esse fenômeno só ocorre em cenário de "incapacidade generalizada de abastecimento de água para consumo humano, e com período superior a seis meses sem registros de chuva".

O coordenador garante que o Estado ainda não enfrenta desabastecimento, mas admite casos pontuais. Ele reforça o pedido para a população usar a água com parcimônia.

Segundo ele, as regiões Sul, Central, Fronteira Oeste e Vale do Rio Pardo estão entre as mais afetadas pela estiagem. Os danos atingem a agropecuária, as lavouras e incluem desabastecimento em localidades rurais.

Atualmente, a Defesa Civil concentra esforços no apoio com reservatórios móveis de água e auxílio no reconhecimento dos decretos de situação de emergência. A Corsan está com operação de caminhões-pipa em 11 municípios. Entre as cidades estão Barão de Cotegipe, Pinheiro Machado, Garibaldi e Fontoura Xavier. Segundo o órgão, o volume de captação nesses locais está limitado em razão da falta de chuva.

anderson.aires@zerohora.com.br

ANDERSON AIRES

Fonte : Zero Hora

Compartilhe!