Ricardo Alfonsin online – 29/03/2012 – Adiamento permanente da definição do Código Florestal preocupa setores do agronegócio brasileiro

O adiamento permanente da definição do Código Florestal tem trazido sérias preocupações a todos os setores do agronegócio brasileiro, especialmente aos agricultores de todas as dimensões. Os processos abertos pelo Ministério Público, sobre inquéritos ambientais, estão em pleno andamento, sem nenhuma suspensão em função da tramitação do novo Código Florestal. As penas continuam sendo aplicadas e os produtores permanecem completamente ao desamparados pela indefinição do novo texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *