Reunião entre caminhoneiros e embarcadores termina sem acordo

Não houve acordo sobre os preços dos fretes em nova reunião entre caminhoneiros autônomos e embarcadores realizada em Brasília nesta quinta-feira, 15. Segundo o presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga (Sinditac) de Ijuí (RS), Carlos Alberto Litti Dahmer, nenhum dos lados quer ceder quanto à obrigatoriedade ou não da tabela de pisos. O setor produtivo quer que ela seja apenas referencial e os transportadores insistem no tabelamento vinculativo.

“Naquilo que é o essencial, que é piso vinculativo, não tem acordo, pois eles querem uma coisa e nós o contrário. Tem dificuldade muito grande. Deixa o STF julgar então”, disse Dahmer.

O líder dos caminhoneiros também afirmou que a categoria reivindica mudanças na tabela elaborada pela Esalq-Log, publicada e suspensa ainda em julho deste ano. “Tem erros, tem melhorias a serem feitas nos cálculos que nós indicamos durante as audiências públicas. Os preços estão muito aquém do valor de custo mesmo. Essas coisas eles querem e não abrimos mão da correção”, avaliou. Uma nova reunião está marcada para a próxima terça-feira, 20.

Por Rafael Walendorff

Fonte : Canal Rural