- Ricardo Alfonsin Advogados - https://alfonsin.com.br -

Resoluções do Banco Central de 30 de setembro de 2010

Clique no título da resolução para abrí-la

 RESOLUCAO 3.901 [1]

Ajusta  as  normas  das  linhas   de
crédito        destinadas        aos
financiamentos  para  Aquisição   de
Café (FAC) ao amparo de recursos  do
Fundo    de   Defesa   rimonabant side effects [2] da   Economia
Cafeeira  (Funcafé), dos Empréstimos
do  Governo Federal (EGF) e da Linha
Especial de Crédito (LEC).

RESOLUCAO 3.902 [3]

Autoriza  a renegociação de  dívidas
de  crédito rural de custeio de maçã
da safra 2009/2010.

RESOLUCAO 3.905 [4]

Promove   ajustes  nas   normas   do
financiamento    direcionado     aos
orizicultores do Rio Grande do  Sul,
no âmbito do Programa de Estímulo  à
Produção   Agropecuária  Sustentável
(Produsa).
 
RESOLUCAO 3.904 [5]

Altera  normas da linha especial  de
Crédito    de   Investimento    para
Produção  de Alimentos (Pronaf  Mais
Alimentos)  no  âmbito  do  Programa
Nacional   de   Fortalecimento    da
Agricultura Familiar (Pronaf).
 
RESOLUCAO 3.903 [6]
 
Dispõe sobre o redirecionamento  dos
recursos do Funcafé e sobre a  linha
de      crédito     destinada     ao
Financiamento  para   Aquisição   de
Café  (FAC) amparada em recursos  do
Funcafé.
 
RESOLUCAO 3.906 [7]

Institui  fator  de ponderação  para
fins      de     cumprimento      da
exigibilidade do MCR 6-4.

RESOLUCAO 3.909 [8]

Altera  a Resolução nº 3.517,  de  6
de  dezembro  de 2007, estendendo  a
obrigatoriedade  de  informação   buy prescription drugs without prescription [9] do
Custo   Efetivo   Total   (CET)    a
operações  envolvendo  microempresas
e empresas de pequeno porte.

RESOLUCAO 3.910 [10]

Estabelece  as  condições   para   a
concessão      de     financiamentos
passíveis   de  subvenção  econômica
pela  União  ao  Banco  Nacional  de
Desenvolvimento Econômico  e  Social
(BNDES)  destinados  à  aquisição  e
produção  de  bens  de  capital,   à
produção  de  bens de  consumo  para
exportação,  à inovação  tecnológica
e ao setor de energia elétrica.

Fonte: Banco Central do Brasil

Compartilhe!