Renovação da frota

Foi uma medida acertada a redução de 2,5 pontos percentuais na taxa de juros do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) em novembro. As vendas de máquinas agrícolas, que tiveram alta de quase 18% entre julho e setembro, devem aumentar. Se o governo mantém a isenção de IPI para os automóveis, que entopem as ruas das cidades, por que não deveria facilitar a compra de máquinas, que produzem alimentos e excedentes para exportação? Bens de capital, que geram empregos e riquezas, não deveriam ser penalizados com juros altos. Nem tributados.
A idade média da frota agrícola brasileira é de mais de 10 anos. Menos de sete seria o ideal, dizem especialistas. Máquina nova significa maior produtividade na lavoura. Mas o produtor precisa fazer as contas com cuidado, para não afundar em dívidas se, mais adiante, houver uma frustração de safra. A compra de uma máquina nova não pode ser um bom negócio apenas para a indústria.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho