Relatório sobre produtividade agrícola é divulgado pelo Banco Interamericano

Produtividade agrícola

Alguns fatores apontados no relatório para ação política e investimento foram irrigação, gestão da água e tecnologia de mecanização

por Portal BrasilPublicado: 25/04/2014 15:21Última modificação: 25/04/2014 15:21

A região da América Latina e do Caribe poderá ajudar a alimentar uma população global de nove bilhões de pessoas em 2050, desde que implemente políticas chave para reforçar a produtividade agrícola, apontou um novo relatório divulgado ontem (23/04) pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pela Global Harvest Initiative (GHI).

Baseando-se em conhecimento e experiência de mais de 30 parceiros do setor público e privado, o documento apresenta desafios, recomendações e itens de ação para as autoridades políticas, a comunidade doadora, agricultores, agronegócio e sociedade civil.

Alguns fatores apontados no relatório para ação política e investimento foram a irrigação, a gestão da água e a tecnologia de mecanização. A água é uma questão fundamental para a agricultura e a irrigação é determinante para a produtividade agrícola e a estabilidade do rendimento.

Para o secretário nacional de Irrigação, Miguel Ivan, o relatório do BID reforça o seu conceito de aliar tecnologia para o melhor aproveitamento da irrigação. "O Ministério da Integração defende o incentivo à agricultura sustentável com o uso mais eficiente de todos os componentes e das novas tecnologias para aumentar a produtividade sem prejudicar o meio ambiente", ressalta Miguel.

Ainda segundo o relatório, é importante que a irrigação não seja vista apenas em função da movimentação e da entrega de água nas terras agrícolas, mas também da gestão dos recursos hídricos, para maximizar os benefícios do aumento da produção de alimentos ("mais colheita por gota") nas comunidades agrícolas e, ao mesmo tempo, evitar que seu uso excessivo resulte em danos ambientais.

As recomendações do documento para o setor de irrigação são que os formuladores de políticas públicas e as empresas agrícolas devem trabalhar para fazer avançar a pesquisa e a contínua adaptação, que aumentarão a eficiência da irrigação e da gestão de recursos hídricos. E também promover a difusão da adoção de técnicas que levarão ao uso mais sustentável da água para fins agrícolas.

O relatório também acrescenta que as entidades dos setores público e privado devem procurar estabelecer parcerias inovadoras que promovam a pesquisa, o desenvolvimento e a adoção da agricultura mecanizada apropriada.

Fonte:

Ministério da Integração Nacional

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative CommonsCC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

 

Fonte: Portal Brasil