Redução dos recursos bancários destinados ao crédito rural preocupa

Medida entra em vigor nesta quinta.

Representantes do agronegócio criticaram a decisão do Banco Central de reduzir a exigência de aplicação de recursos dos bancos em crédito rural. A aplicação dos bancos em crédito rural vai ser reduzida de forma gradual. A medida entra em vigor nesta quinta, dia 1º de julho, quando vai passar dos atuais 30% sobre os depósitos a vista para 29%. A partir daí, o corte vai ser de um ponto percentual a cada ano.

Até julho de 2014, a aplicação de crédito deve chegar a 25%. Para a Febraban, a medida do Banco Central coloca o crédito rural em segundo plano.

O presidente da Sociedade Rural Brasileira, Cesário Ramalho, critica a decisão do Banco Central. Ele afirma que o jeito agora é procurar buy prescription drugs online without prescription outras formas de negociar o financiamento da produção.

— O que a gente aconselha é negociar com os bancos, procurar o gerente — diz rimonabant acomplia Ramalho.

Para o especialista Ricardo Alfonsin, a nova medida vai alterar o cenário na agricultura brasileira. E os reflexos deverão ser sentidos ao longo dos anos.

— O impacto vai ser a redução do volume de recursos que a agricultura vai ter com a redução ao longo deste período que está previsto até o ano de 2014. O que se espera é que ele reponha isso que estará sendo tirado do depósito compulsório, da exigibilidade que obrigatoriamente deve ser aplicada na agricultura — afirma Alfonsin.

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *