Área total com transgênicos tende a crescer 14% no Brasil

A área plantada com sementes geneticamente modificadas de soja, milho e algodão deverá somar 37,1 milhões de hectares no Brasil nesta safra 2012/13, um aumento de 4,6 milhões de hectares (14%) sobre o ciclo anterior, segundo levantamento atualizado pela consultoria Céleres. A soja mantém-se na liderança, com 24,4 milhões de hectares (65,7% da área total), seguida por milho (verão e inverno), com 12,2 milhões de hectares (32,9% do total) e algodão, com 0,55 milhão de hectares (1,5%).

O milho de inverno deve ter taxa de adoção de 87,8%, ou 6,9 milhões de hectares a serem plantados com híbridos transgênicos em 2012/13, crescimento de 1,2 milhão de hectares em relação a 2011/12. Para a safra verão, a expectativa é de que a taxa de adoção chegue aos 5,3 milhões de hectares, ou 64,8%, o que representa aumento de 305 mil hectares se comparado ao plantio 2011/12. Somando as duas safras, 76,1% (12,2 milhões de hectares) da área total plantada com milho utilizou a biotecnologia. Há cinco anos, a adoção total era de 1,2 milhão de hectares.

Na soja, a previsão da Céleres é que 88,8% da estimativa atual de plantio para a safra atual utilize eventos biotecnológicos. Em relação à temporada anterior, projeta-se um crescimento de 3 milhões de hectares. Já a cultura do algodão deverá ocupar 50,1% da área total prevista, chegando a 546,7 mil hectares. (BB)

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2943804/area-total-com-transgenicos-tende-crescer-14-no-brasil#ixzz2FP11SqOQ

Fonte: Valor | Por Bettina Barros | De São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.