Quickfood registra seu primeiro prejuízo

A Quickfood Argentina, subsidiária da brasileira Marfrig que deve ser transferida em junho para a BRF – Brasil Foods, em uma operação de troca de ativos, reportou ontem seu primeiro prejuízo em cinco anos. Nos últimos nove meses até março, a companhia amargou uma perda de US$ 30,7 milhões.

O prejuízo da Quickfood deve impactar ainda mais o fraco resultado trimestral esperado para a Marfrig. A divulgação do balanço da empresa programada para a noite de ontem, e que não aconteceu até o fechamento desta edição, influenciou na queda de 7,30% de suas ações, a quinta principal baixa entre os papéis do Ibovespa.

Os investidores trabalham com a expectativa de que a Marfrig anuncie novas perdas no primeiro trimestre deste ano. Em recente relatório, o Barclays Capital projeta que a empresa reporte um prejuízo de R$ 73 milhões ante um lucro de R$ 24 milhões um ano antes.

Em relação à Quickfood, líder em carnes industrializadas no mercado argentino, o prejuízo registrado nos últimos nove meses (até março) deve-se às dificuldades encontradas para transferir para os preços internos o aumento do custo da matéria-prima e de mão-de -obra, conforme explicou a subsidiária em seu balanço

No período em questão, o faturamento da Quickfood registrou aumento de 45%, para US$ 605 milhões, mas o custo de comercialização, de 91%, corroeu as margens da empresa. (Colaborou LHM)

Fonte: Valor |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *