QUESTÃO AGRÁRIA | Justiça manda soltar índios

A Justiça Federal de Erechim cumpriu decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e determinou a soltura de cinco indígenas acusados de participarem do assassinato dos irmãos agricultores Alcemar e Anderson de Souza, em Faxinalzinho, em abril. A decisão foi assinada pelo ministro Rogério Schietti Cruz que acolheu habeas corpus da defesa dos indígenas.

Em Faxinalzinho, o presidente da Associação dos Moradores do município, Ido Marcon, disse que ninguém tinha certeza sobre a soltura dos indígenas, mas tudo indicava que havia um fato novo. ‘Teve foguetório a noite (domingo) inteira’, contou Marcon, referindo-se à comunidade Votouro/Kandóia, onde os indígenas vivem há 12 anos. O grupo estava preso em caráter provisório na Penitenciária Estadual do Jacuí, em Charqueadas.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *