Quatro empresas concorrem para elaborar projetos de novos armazéns públicos

Três consórcios e uma empresa de engenharia concorrem para elaborar o projeto para construção de 10 novos armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A abertura das propostas técnicas aconteceu na última sexta-feira (13) no auditório do Banco do Brasil.
"Para definir os classificados da licitação será analisado cada item da proposta apresentada. Se houver uma nota abaixo de 50 em qualquer quesito, a empresa é desclassificada", ressalta o coordenador geral da Comissão – Contrato Conab – BB, Enos Barbosa.
De acordo com Barbosa, a apreciação deve ter duração de uma semana. Após a análise, o Banco do Brasil terá cinco dias para informar a data de abertura das propostas de preço das empresas classificadas. A expectativa é de que a empresa vencedora seja definida  ainda em dezembro, para que os trabalhos comecem já nos primeiros meses de 2014.
A empresa vencedora fará projetos para novos armazéns em Campina Grande (PB), Quixadá (CE), Eliseu Martins (PI), Petrolina (PE), Anápolis (GO), Viana (ES) Xanxerê (SC), Estrela (RS) Luís Eduardo Magalhães (BA) e em Itaqui (MA). Alem disso, também supervisionará as empresas que vencerem a licitação para os projetos de reforma das unidades armazenadoras existentes.
Novo RDC presencial
Na próxima quinta-feira, 26, a Conab e o Banco do Brasil realizarão uma nova rodada de licitação pelo Regime Diferenciado de Contratações Públicas presencial. Na ocasião, serão abertas as propostas técnicas das empresas de engenharia para elaboração dos projetos da reforma de 73 unidades armazenadoras.
Para as reformas, serão contratadas três empresas, uma vez que os armazéns serão distribuídos em três lotes para licitação.
Ao todo serão investidos R$ 500 milhões na rede de armazenagem da Conab. Deste total, R$ 350 serão destinados para a construção de 10 novas unidades armazenadoras. Os outros R$ 150 milhões serão aplicados na reforma de 84 armazéns da Companhia. O plano de modernização da rede pública de armazenagem foi anunciado pela Presidenta Dilma Rousseff no começo de junho, durante lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014.
Com as obras, a capacidade estática de armazenagem da Conab passará das atuais 1,96 milhões de toneladas para 2,81 milhões de toneladas. (Flávia Agnello/ Conab)
Mais informações para a imprensa:
Superintendência de Marketing e Comunicação
Gerência de Imprensa
(61) 3312-6338/ 6344/ 6393/ 2256
imprensa@conab.gov.br

Fonte: Conab