Projeto de biofábrica gaúcha avança

Anunciado no ano passado pelo presidente da Fepagro, Danilo Rheinheimer, o processo envolvendo a instalação de uma biofábrica de produção de organismos vivos em Santa Maria começa a avançar. Com projeto arquitetônico concluído, a Fepagro aguarda pelo encerramento da fase burocrática da construção, inicialmente prevista para fevereiro deste ano. ‘A licitação para a obra está em andamento’, afirmou Rheinheimer.

De acordo com o dirigente, apesar de a construção ainda não ter iniciado, o processo de pesquisas para o controle de pragas de forma biológica já está em execução. ‘Já contratamos duas pesquisadoras que rodaram o Brasil aprofundando e expandindo seus conhecimentos’, destacou. ‘Hoje, já temos 100% das condições para produzir as vespinhas’, frisou. A unidade deverá produzir insumos biológicos de forma a reduzir a dependência em relação a químicos e oferecer alternativa de controle sustentável. A ideia é gerar as matrizes e atrair empresas que produzam em grande escala. O dirigente ainda afirmou que, da linha de crédito de R$ 1,2 milhão concedida pelo BNDES, R$ 700 mil foram para a compra de equipamentos indispensáveis, como centrífugas, destiladores de água e câmeras de fluxo laminar.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *