Projeções apontam aumento da produtividade nacional

Consumo no mercado interno, gestão no campo e tecnologia, são fatores que contribuem para estimativas para 2021/2022

por Globo Rural On-line

Ernesto de Souza

O trigo está entre as culturas que mais devem crescer

A produção de alimentos no país deverá crescer 21,1% nos próximos anos, passando dos atuais 153,26 milhões de toneladas ano para 185,60 milhões de toneladas, um incremento de 35 milhões até 2021/2022. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), durante a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque (RS), nessa terça-feira (6/3).
O coordenador de Planejamento Estratégico do ministério, José Garcia Gasques, disse que a produtividade será o principal fator de crescimento da produção. Soja, trigo emilho estão entre as culturas que mais devem crescer no período, com variações de 25,1%; 22,1% e 18,1%, respectivamente. Outros produtos, entre os quais o açúcar, o café e o leite também terão crescimento expressivo no período.
O desempenho da produção pecuária, no caso as carnes, chama atenção pela projeção de incremento: mais 10,9 milhões de toneladas de carnes em 2022, um aumento de 43,2%, passando de 25,3 milhões, no período que compreende 2011/2012 para 36,2 milhões, em 2022. Os bons prognósticos são atribuídos ao consumo do mercado interno, às exportações e à produtividade, especialmente pelo incentivo à pesquisa e disponibilidade de crédito para o custeio.

Fonte:  Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *