Produtores paulistas calculam perdas da safra de feijão com mosca branca

Mesmo com manejo, ataques foram intensos nas lavouras

Antônio Neto

Foto: Antônio Neto

Falta de chuva contribui para a proliferação de mosca branca

Os municípios de Sorocaba, Pilar do Sul, Votorantim e Salto do Pirapora, em São Paulo, formam uma região importante no cultivo de feijão, com cerca de 7 mil hectares plantados. Na última safra, a produtividade foi de 40 a 50 sacas por hectare. Para esta temporada, a produção deve ter quebra significativa. O motivo é o ataque da mosca branca.

Na atividade há 40 anos, a situação do produtor Isaías, em Sorocaba, é ainda mais complicada. Os plantios feitos em fevereiro e março foram totalmente atacados pelos insetos. São 50 hectares perdidos na safra em que ele esperava colher 1,4 mil sacas. Com prejuízo estimado em R$ 60 mil, a esperança é recuperar um pouco do dinheiro perdido no próximo plantio, a partir de setembro.

Isaías conta que é a primeira vez que ele enfrenta um prejuízo tão grande com a cultura. De acordo com o agrônomo Luiz Henrique de Carvalho, a aplicação de inseticidas foi feita corretamente, mas a falta de chuva contribuiu para a proliferação da mosca branca. Na região, 95% do feijão produzido é o carioquinha, o mais consumido no Brasil.

Assista à reportagem completa:

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *