Produtores gaúchos pedem apoio do governo para solucionar endividamento

O presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Carlos Sperotto, disse nesta quinta-feira (2/8) que os agricultores gaúchos estão na expectativa de apoio do governo para solução do problema de endividamento do setor nas próximas semanas. A estiagem que atinge o Estado desde novembro frustrou a safra de grãos, prejudicando a rentabilidade no campo.
Para Sperotto, a falta de crédito deve dificultar os negócios da Expointer, uma das maiores feiras agropecuárias da América Latina, marcada para o período de 25 de agosto a 2 setembro, em Esteio (RS). "Por enquanto, o produtor tem acesso ao crédito de custeio, mas não para investimentos. Sem a reavaliação de crédito, o produtor não vai poder investir em máquinas, por exemplo", disse.
O dirigente também demonstrou preocupação com a tendência do avanço da produção de soja no Estado, previsto para a safra 2012/13. Ele avalia que o excesso de produção, impulsionado pelos altos preços da oleaginosa no mercado internacional, pode prejudicar a produção pecuária do Estado.
Sperotto defende, ainda, uma revisão em toda a produção agroindustrial, estratégia para garantir a remuneração do produtor independentemente do apoio do governo. E ainda criticou a suinocultura: "primeiro é preciso saber o que o mundo pode comprar", disse, destacando que a produção não pode seguir avançando sem uma avaliação da demanda.

Fonte : Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *