Produtores de milho de Mato Grosso são prejudicados com o fechamento de armazéns

Com milho a céu aberto, os agricultores não conseguem tirar o cereal da propriedade

Eduardo Silva

Asscom

Foto: Asscom / Seaprof

Três armazéns estão fechados no Mato Grosso

Os produtores de milho de Mato Grosso estão desnorteados após o fechamento dos armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no Estado. Com milho a céu aberto, os agricultores não conseguem tirar o cereal da propriedade.

>>Produtores têm dificuldades para escoar e vender supersafrinha de milho em Mato Grosso

O agricultor Amarildo Christofolli vendeu milho em um leilão do governo para dar vazão nos silos da propriedade. O cereal, que já deveria estar no armazém da Conab a menos de 30 quilômetros da propriedade, vai demorar pelo menos 45 dias para sair do pátio.

No Estado de Mato Grosso existem 21 armazéns credenciados pela Conab. Entre os que são próprios da entidade, três estão fechados. No anúncio do Plano Safra, em junho, o governo federal liberou recursos para a recuperação dos silos da companhia. Um deles vai passar por reforma, um investimento de R$ 20 milhões, porém, as obras só devem iniciar ano que vem, lamentam os produtores.

O presidente do Sindicato Rural de Diamantino diz que os produtores precisam do armazém neste momento, e que o sindicato já pediu para fazer um convênio em que a própria entidade assume a manutenção, porém, o governo não aceitou. Segundo ele, talvez o armazém fique pronto só em 2015, daqui duas safras.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *