Produtores de arroz de SC discutem levantamento de custos de produção

Brasília (30/05/2019) – Produtores de arroz da região de Tubarão, em Santa Catarina, participaram na quinta (30) do levantamento de custos de produção do Projeto Campo Futuro da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

A coleta de dados contou com a presença de técnicos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) e representantes da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC).

De acordo com o coordenador de Produção Agrícola da CNA, Alan Malinski, o desenvolvimento das lavouras foi prejudicado pela estiagem e altas temperaturas ocorridas em meados de dezembro e janeiro.

Para o arroz sequeiro, a queda de produtividade foi de 10% em relação à safra passada, entretanto os preços de venda tiveram incremento de 25%.

“O custo do arroz semeado teve incremento de 6%, com maior participação dos insumos que tiveram aumento de 20%. Mesmo com a alta dos custos, a margem bruta teve resultado em média de 40% melhor que a safra passada”.

Segundo Alan, a produtividade do arroz pré-germinado teve queda semelhante às lavouras do arroz semeado, finalizando com 145 sacas por hectare. Os custos de produção tiveram incremento em média de 8% em relação à última safra.

“Os insumos tiveram aumento de 25%, com maior participação dos fertilizantes e dos fungicidas com 51% e 57% respectivamente”.

De acordo com o levantamento, a safra de arroz da região possibilitou melhores margens em relação à safra passada e isso incentivará o produtor a continuar investindo em tecnologia para manter bons níveis produtivos.

Para o produtor Maycon dos Reis Soares, o encontro foi oportuno, pois mostrou aos produtores como fazer o acompanhamento técnico e controlar os custos de produção do arroz.

“Apesar do alto nível tecnológico dessa safra, as condições climáticas não foram favoráveis e impactaram a produtividade do arroz. Muitos produtores consideram a propriedade como empresa e se não cuidarem da parte financeira, sairão da atividade em curto período de tempo”.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA

Compartilhe!