Produtores antecipam o plantio de soja irrigada em propriedades da BA

Objetivo é garantir duas safras e período sanitário.
Em Goiás, agricultores aproveitaram a umidade do solo para cultivar o grão.

Do Globo Rural

Este ano, o fim do vazio sanitário foi antecipado em propriedades do oeste da Bahia. Muitos agricultores colocaram as máquinas no campo para fazer o plantio da soja. De acordo com a CONAB, o grão deve ocupar cerca de 1,3 milhão de hectares no Estado.

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) publicou no começo do mês autorização para que os agricultores pudessem antecipar o plantio, que deveria acontecer a partir do dia 15 de outubro.

O agricultor Cesar Busato começou a fazer o plantio no dia 10 de outubro na fazenda em São Desidério, na Bahia. “Nós assinamos o termo de compromisso para que não haja um prejuízo sanitário na região. Nós nos comprometemos a usar inimigos naturais, alguns produtos biológicos e, principalmente, ter um planejamento de combate às pragas que estão presentes na região”, diz.

Com a antecipação do plantio da soja irrigada, os produtores do oeste baiano irão colher o grão até o final de janeiro. Em seguida, será plantado o algodão, que deve ser colhido em julho. Em agosto, começa o período de vazio sanitário, com duração de dois meses, que é adotado para que seja feito o controle de pragas.

“A antecipação do plantio garante duas safras com alto potencial produtivo. Também garante o vazio sanitário nos meses de agosto e setembro”, diz o agrônomo Marcelo Tomazini.
Soja em Goiás
O plantio da soja já começou no sudoeste de Goiás. A umidade do solo ainda não é a ideal em muitas propriedades. Mas em locais onde houve chuva, os agricultores não perderam tempo para fazer o cultivo do grão.

De acordo com serviço de meteorologia, o acumulado de chuva em Jataí nas duas primeiras semanas de outubro é de apenas 15 milímetros, um volume ainda insuficiente para iniciar o plantio da safra em várias regiões do município.

Mas, de forma isolada, em muitas propriedades já choveu o bastante para os agricultores jogarem as sementes na terra. O solo está com a umidade ideal em uma das fazendas da região. Por isso, o produtor não perdeu tempo e está plantando a soja. Três máquinas trabalham na lavoura.

“Nós já estamos com cem milímetros acumulados. A condição do solo está excelente para o plantio. Dentro dessa condição nesta propriedade não é risco. Já está na hora de plantar e tem que plantar”, diz Sidnei Balduino, gerente da fazenda.

De acordo com o IBGE, o município de Jataí deve aumentar em 7% a área de soja esse ano em comparação à safra passada, o que represente um crescimento de 18%. Já a área de milho de sofrer redução de 20% em comparação à safra de verão de 2012.

A fazenda em Jataí irá produzir em 8,4 mil hectares de soja. Mas a área de milho será de apenas 850 hectares. A opção dos agricultores pela soja é a bom preço no mercado. A saca do grão está sendo comercializada em até R$ 60 em Goiás. A maioria dos agricultores comercializa a produção antes mesmo de iníciar o plantio. Produtores devem plantar três milhões de hectares com soja nesta safra no Estadoem Goiás.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *