Produtor gaúcho à espera de milho

Conab deve liberar 17 mil toneladas do grão emergencialmente para 55 mil famílias gaúchas
Produtor gaúcho à espera de milho

Para agilizar a distribuição de milho a 55 mil famílias gaúchas atingidas pela seca, a Superintendência Regional da Conab no Rio Grande do Sul vai permitir que os produtores acessem o cereal estocado no Estado a preço subsidiado assim que for publicada portaria autorizando a operação. As 17 mil toneladas disponíveis são insuficientes frente à demanda de 142,4 mil t mensais, pelo período de 90 dias, levantada pela Emater junto a 330 dos 339 municípios em situação de emergência. Mas os movimentos sociais do campo consideram a medida crucial para acelerar o socorro. "É importante e agiliza o processo porque muitos produtores não têm com o que alimentar o gado", diz o diretor estadual do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Romário Rossetto. O pedido foi feito por representantes de produtores durante reunião da Sala de Situação na semana passada, tendo em vista que o grão que será disponibilizado na venda a balcão a baixo custo terá que ser deslocado da região Centro-Oeste e só deverá chegar em março. "O volume é insuficiente, mas vamos disponibilizá-lo em razão da emergência", garantiu o superintendente da Conab/RS, Glauto Melo Junior.
As 17 mil t estão à disposição em Erechim, Estrela, Garibaldi, Passo Fundo e Santa Rosa. O objetivo agora é fazer com que o governo estadual arque com o custo do transporte para distribuir o grão aos municípios que necessitam da ajuda. Segundo a coordenadora da Sala de Situação, Mari Perusso, o pleito está em análise. "Isso está na mesa de negociação, pois o Estado vai desembolsar R$ 1,2 milhão no transporte de trigo para doação de 14 mil t", disse ela, ressaltando que a expectativa é que a portaria seja publicada na quarta-feira.

Fonte: Correio do Povo | Agrolink

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.