Produtor detalha gargalo energético

Fonte: Correio do Povo

Interrupções no fornecimento de energia elétrica e baixa tensão são os principais gargalos que vêm impedindo produtores de investir na melhoria de suas propriedades. Os pontos foram tratados ontem na subcomissão de Energia Rural da Assembleia Legislativa e seguem em debate hoje no Seminário sobre Qualidade de Energia para o Meio Rural, que contará com a presença do diretor-presidente da Aneel, Nelson Hubner, e de concessionárias. No ato, os produtores irão apresentar suas reclamações e as empresas prometem respostas. A AES Sul informou que participará como convidada e, se permitido, apresentará o que vem fazendo para atender à demanda do setor. A CEEE informou que pretende ouvir para, então, definir o que poderá ser feito. A RGE detalhará investimentos.
O problema, segundo o secretário de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo, Ivar Pavan, é que as concessionárias não desempenham seu papel. Pavan diz que é preciso fazer essa cobrança porque, mesmo disponibilizando recursos, que somente no Plano Safra Estadual chegam a R$ 1,1 bilhão, agricultores de muitas regiões não adquirem máquinas porque não há qualidade de energia. O assessor de Política Agrícola da Fetag, Márcio Langer, diz que o problema é generalizado. "Cada vez que o produtor liga a ordenhadeira tem que desligar o resfriador." Segundo ele, em algumas regiões, as concessionárias já estão fortalecendo as linhas de transmissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *