Produção florestal atingiu R$ 18,5 bi em 2016

A produção primária florestal somou R$ 18,5 bilhões no país em 2016, 0,8% mais que em 2015, de acordo com a pesquisa Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura, também divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Do total, a silvicultura representou 76,1%, enquanto o extrativismo vegetal respondeu por 23,9%.

Os produtos madeireiros representaram 89,8% do valor da produção do setor florestal brasileiro, ou R$ 16,6 bilhões. Especificamente no caso do extrativismo vegetal, os produtos madeireiros apresentaram retração entre os produtos acompanhados, puxada por carvão vegetal (queda de 31,7%), lenha (7,4%) e madeira em tora (7%).

"Esse fenômeno acontece principalmente em resposta à legislação ambiental vigente e ao maior controle dos órgãos fiscalizadores, assim como a sensível redução de mão de obra disponível para atuar na atividade extrativa, fatores que reduzem ano a ano a participação da extração vegetal nos valores absolutos da produção madeirar", avaliou o IBGE.

Já na silvicultura, os produtos madeireiros responderam por 97,7% do valor de produção do segmento em 2016, com destaque para a madeira para papel e celulose, que registrou avanço de 7,7% e somou R$ 5,2 bilhões no ano. Esse valor representou 37,1% do total produzido nas áreas de florestas plantadas brasileiras.

Por Bruno Villas Bôas | Do Rio

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *