Produção de grãos deve chegar a 184,15 milhões de toneladas, aponta levantamento da Conab

Estimativa é de que a produção nesta safra seja 10,8% superior à da temporada 2011/2012, quando atingiu 166,17 milhões de toneladas

Sirli Freitas

Foto: Sirli Freitas / Agencia RBS

Produção de milho segunda safra deve ser 10,4% maior do que na safra passada

A produção nacional de grãos do período 2012/2013 está estimada em 184,15 milhões de toneladas, quantidade 10,8% superior à da safra 2011/2012, quando atingiu 166,17 milhões de toneladas. Os números são do oitavo levantamento da safra, divulgado nesta quinta, dia 9, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
Esse resultado representa um incremento de 17,98 milhões de toneladas e se deve, sobretudo, às culturas de soja e milho segunda safra, que apresentam crescimento nas áreas cultivadas de 10,7% e 15,6%, respectivamente. As condições climáticas favoráveis, embora com estiagem e excesso de chuva em algumas áreas, também justificam o aumento de produção.
A soja permanece como o grande destaque, com um crescimento de 22,8% sobre as 66,38 milhões de toneladas da última safra e uma produção estimada em 81,53 milhões de toneladas. Também o milho segunda safra tem bom desempenho, com aumento de 10,4% sobre as 39,11 milhões de toneladas do último ano, chegando a 43,19 milhões de toneladas. Este número supera a produção do milho primeira safra, estimada em 34,81 milhões de toneladas. O arroz é outro grão que obteve crescimento de 3% ao passar das 11,6 milhões de toneladas para 11,95 milhões de toneladas.
Área

A área total de plantio de grãos cresceu 4,1% em relação à safra passada (50,89 milhões de hectares) e chegou a 52,98 milhões hectares. As culturas de soja e milho obtiveram também os melhores desempenhos em área plantada. O aumento da soja foi de 10,7%, passando de 25 para 27,72 milhões de hectares. Já o milho segunda safra ampliou a área em 15,6%, passando de 7,62 para 8,81 milhões de hectares.
>>Acesse o levantamento do IBGE para a safra 2012/2013 de grãos

CONAB

Fonte: Ruralbr

Compartilhe!