Produção de açúcar recua 26%

A safra sucroalcooleira 2018/19 do Centro-Sul do Brasil terminou com o menor volume de açúcar produzido das últimas 12 temporadas. Em contrapartida, a fabricação de etanol seguiu no caminho contrário e bateu o recorde histórico.

Foram produzidas 26,5 milhões de toneladas de açúcar, o menor volume deste 2006/07, quando a região produziu 25,8 milhões de toneladas, de acordo com dados divulgados ontem pela União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica). Ante a safra anterior, que bateu recorde de produção da commodity, a diminuição foi de 26,5%.

Essa redução refletiu basicamente o direcionamento da matéria-prima para a produção de etanol, já que o preço do açúcar manteve-se pressionado e, para muitas usinas, abaixo do custo de produção. Como reflexo, a produção de etanol alcançou 30,9 bilhões de litros, puxada pelo aumento de 39% da produção de etanol hidratado, que somou 21,8 bilhões de litros.

A quantidade de cana processada caiu 3,9%, para 573,1 milhões de toneladas, enquanto o teor de sacarose (ATR) subiu 0,94%, a 137,87 quilos por tonelada. Do total do caldo disponível, 64,8% foi transformado em etanol, superando o último "mix" mais alcooleiro da série, de 60,3% em 2008/09.

Por Camila Souza Ramos | De São Paulo

Fonte : Valor

Compartilhe!