PRODUÇÃO – CNA defende revisão da Política Nacional de Irrigação

Fonte:Divulgação/Embrapa

    Presidente da entidade quer ampliar produção irrigada com parcerias entre governo federal e estados

    NOTÍCIAS RELACIONADAS

    O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, defendeu nessa quarta-feira, dia 13, a revisão da Política Nacional de Irrigação, sancionada há dois anos pela presidente Dilma Rousseff para tentar alavancar a atividade irrigada no país. Em encontro com o secretário de Irrigação do Ministério da Integração Nacional, José Rodrigues Pinheiro Dória, ele propôs uma parceria com o governo federal e os estados para discutir um novo modelo de irrigação que contemple principalmente os pequenos e os médios produtores rurais.

    Martins cobra financiamentos para irrigação, sob a justificativa de que são projetos caros, e quer iniciar uma agenda técnica de trabalho para identificar os gargalos e potencialidades do sistema. De acordo com nota distribuída pela CNA, o Brasil utiliza cerca de 20% da área de que dispõe para irrigação, o equivalente a 6 milhões de hectares de um total de 30 milhões.

    Outra preocupação do presidente da entidade é quanto à assistência técnica aos produtores rurais. “Não adianta fazer nada se não levarmos a assistência técnica para o campo. Também não podemos orientar o produtor a irrigar se a irrigação não for economicamente viável. Precisamos investir naquilo que dá retorno”, afirmou.

    Segundo a CNA, o secretário José Rodrigues Pinheiro Dória apoiou a proposta e concordou com a necessidade de maior participação dos governos estaduais na Política Nacional de Irrigação. Ele teria informado, ainda, que o ministério busca uma parceria com o Banco Mundial para fomentar projetos de irrigação.

    Fonte : Canal Rural

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *