Proagro de 2004/05 começa a ser pago

Após esperar por sete anos pela resolução dos comunicados de Proagro da safra 2004/2005, produtores brasileiros, finalmente, estão sendo indenizados. O seguro público cobre 100% do financiamento e 65% da renda até R$ 3,5 mil em caso de quebra superior a 30%, causada pelo clima.
A força-tarefa do Banco do Brasil (BB) solucionou 50% dos casos pendentes em 30 dias. Dos 2,5 mil casos em aberto devido a problemas de documentação, perda de prazos ou cadastramento em duplicidade junto à instituição financeira, 1,2 mil já foram solucionados. No Rio Grande do Sul, 1,2 mil agricultores esperavam pelo pagamento do prejuízo decorrente da seca daquele ano. Agora, são 591 produtores. "A maior parte dos problemas era de duplicidade de operação. A maioria desses casos já foi resolvida. Os que restam são os mais complicados, mas que pretendemos resolver até o final de julho", informa o gerente executivo da diretoria de Agronegócios do BB, Frederico de Luiza Vasconcelos Paulino.
O assessor de Política Agrícola da Fetag, Airton Hochscheid, comentou que, ainda que desconheça o percentual de comunicados resolvidos pelo Banco do Brasil, que concentra a maioria dos contratos de Pronaf no país, de fato, percebeu que os sindicatos filiados à entidade pararam de reclamar. "É um alento para o produtor. Eles estão sendo ressarcidos de um valor que a maioria já pagou para não comprometer sua capacidade de endividamento e atrapalhar outras operações", comentou.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *