Preços do café superam R$ 500 por saca no Brasil, diz consultoria

O mercado físico brasileiro de café registrou preços mais altos no fechamento desta segunda-feira, 25. De acordo com a consultoria Safras & Mercado, a forte subida do arábica na Bolsa de Nova York, com o dólar também firme, puxou as cotações acima da importante linha de R$ 500 a saca para os arábicas de boa e melhor qualidade.

Com as cotações mais altas ao produtor, o mercado teve maior movimentação e volume de negócios.  No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa atingiu entre R$ 505 a R$ 510 por cada saca, contra R$ 490 a R$ 495  da última sexta-feira, 22.

No cerrado mineiro, o preço ficou entre R$ 510 a  R$ 515, contra R$ 495 a R$ 500 do dia anterior. Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço entre R$ 345 a R$ 350 por cada saca, contra R$ 345 anteriormente. Já o conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, o preço oscilou entre a casa dos R$ 310 a R$ 313 a saca.

Por Safras & Mercado

Fonte : Canal Rural

Compartilhe!