Preços agrícolas deverão permanecer elevados, prevê OMC

Apesar da atual queda das cotações internacionais de commodities agrícolas como milho, soja e trigo, ainda é "altista" a tendência para os preços de produtos agrícolas e de outros recursos naturais no comércio mundial nos próximos anos – e existem riscos que têm de ser monitorados. A avaliação é da Organização Mundial do Comércio (OMC), que lançou ontem o "Relatório Mundial do Comércio 2014" diante de representantes de seus 160 países-membros.

Preços de alimentos, energia, metais e minerais dobraram desde 2000. Mesmo que as cotações tenham recuado após alcançarem níveis historicamente elevados, a forte demanda de economias emergentes alimenta perspectivas de que o cenário de preços altos vai perdurar no futuro próximo, de acordo com a OMC. Mas Roberto Azevedo, diretor-geral da entidade, observou que "há sempre riscos de reversão, e já estamos vendo algumas dessas [reversões] no setor de energia".

Os países em desenvolvimento aumentaram sua fatia nas exportações globais de alimentos de 27% para 36% desde 2000. Mas barreiras como tarifas elevadas e subsídios continuam a afetar essas vendas, e medidas não tarifárias têm um papel cada vez mais importante para restringir esse comércio.

Os desafios e oportunidades originárias de altos preços de commodities variam conforme o país. Em vários exportadores, o setor agrícola é importante em termos de emprego, produção e consumo. Isso ilustra a importância da agricultura nas estratégias de desenvolvimento. Ao mesmo tempo, preços elevados trazem desafios para importadores de alimentos.

Conforme a OMC, o comércio de produtos de base tem aumentado fortemente – não apenas em valor, mas também em volume. Mas alerta que impactos sociais e ambientais da extração de recursos naturais, assim como da diversificação econômica, continuam a ser desafios importantes.

Mais sobre preços em Commodities Agrícolas

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3741888/precos-agricolas-deverao-permanecer-elevados-preve-omc#ixzz3GmLbjTyj

Fonte: Valor | Por Assis Moreira | De Genebra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *