PREÇO PAGO PELA INDÚSTRIA SOBE 16%

Levantamento feito pela Afubra aponta que o preço médio do tabaco tipo Virgínia está 16,4% superior à safra passada. No Burley, o valor da arroba é 10,5% maior. O protocolo restabelecendo a tabela única para a safra, com o reajuste de 7,5% sobre o valor pago pela indústria em 2012, foi assinado em janeiro. Com isso, o preço da variedade BO1 passou para R$ 8,70 o quilo. A elevação é atribuída à qualidade e à crescente demanda pelo produto brasileiro.

Para o ciclo 2012/2013, a projeção é de que o país produza 702.830 toneladas. O total vendido até agora pelos produtores chega a pouco mais de 10% desta estimativa. O coordenador-geral da Afubra, Paulo Vicente Ogliari, afirma que as entregas estão mais adiantadas em relação ao ano passado, de 30 a 40 dias.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *