Preço médio pago ao produtor sobe 2,64% em fevereiro em MT

Apesar da valorização no poder de compra de ração, produtor perdeu com reajuste do salário

por Globo Rural On-line

 Shutterstock

O oeste de Mato Grosso foi a região que mais contribuiu ño volume total de captação de leite  no Estado: 31% (Foto: Shutterstock)

O preço médio mensal do litro do leite pago ao produtor mato-grossense (R$ 0,65) subiu 2,64% em fevereiro em relação a janeiro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve queda de 2,5%.
De acordo com boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), com essa valorização, o poder de compra do pecuarista em relação à ração concentrada (60% milho e 40% farelo de soja) melhorou em 13,7% no mês. Isso significa que com um litro de leite vendido à indústria, o pecuarista pôde adquirir 645g de ração em janeiro, contra 568g em dezembro do ano passado.
Por outro lado, o reajuste de 9% no salário mínimo bruto pesou nos custos dos produtores que precisam manter seus funcionários: estão despendendo 60 litros, em média, a mais por mês para o pagamento do mesmo salário mínimo.
Segundo informações levantadas junto aos laticínios, há tendência de que os preços se mantenham estáveis para o próximo pagamento.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *