Preço da semente de milho deve subir de 5% a 10% em 2013, diz Monsanto

Para presidente da empresa, EUA devem plantar 38,8 milhões de hectares do cereal

por Agência Estado

Divulgação/Monsanto

Apesar de prejuízos causados pela seca este ano, a Monsanto diz que está confiante em sua capacidade de atender a demanda por sementes em 2013

A Monsanto prevê que o milho vai liderar o crescimento da empresa em 2013. De acordo com o presidente e diretor comercial da companhia, Brett Begemann, deve haver umalta de 5% a 10% dos preços das sementes do cereal em 2013, devido ao aumento da procura por produtos com maior rendimento pelos agricultores.
A Monsanto estima que os agricultores dos Estados Unidosplantem cerca de 96 milhões de acres, o equivalente a 38,8 milhões de hectares, de milho em 2013 – número próximo à área plantada com o cereal neste ano. Para a soja, a empresa projeta um aumento da área plantada para 76,1 milhões de acres, ou 30,8 milhões de hectares em 2013.
Segundo Begemann, a empresa está confiante em sua capacidade de atender à demanda por sementes em 2013, apesar dos prejuízos causados pela pior seca em décadas nos Estados Unidos. Para ele, a situação da oferta é similar à do ano passado, quando as lavouras de milho foram atingidas pelo calor e por tempestades.
Begemann acrescentou que um volume maior de vendas de sementes será refletido nos resultados do primeiro trimestre do que nos últimos anos. O primeiro e o quarto trimestre são geralmente menos expressivos para a empresa devido à natureza sazonal das vendas de sementes. A empresa disse que seu market share nos EUA cresceu 1% tanto em milho quanto em soja em 2012.
Na última quarta-feira (26/9), a Monsanto relatou prejuízo de US$ 229 milhões, ou 42 cents de dólar por ação, no quarto trimestre fiscal. No mesmo período do ano anterior, a empresa havia relatado prejuízo de US$ 112 milhões, ou 21 cents por ação.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *