Preço da laranja não reage; Conab anuncia outro leilão

Pressionados por mais uma supersafra nesta temporada 2012/13, os preços recebidos pelos produtores de laranja voltaram a cair em setembro em São Paulo, que abriga o maior parque citrícola do planeta.

Conforme levantamento do Instituto de Economia Agrícola (IEA), vinculado à Secretaria da Agricultura do Estado, a caixa de 40,8 quilos destinada às indústrias de suco encerrou o mês a R$ 7,28, uma queda de 1,95% em relação a agosto. Na comparação com setembro de 2011, a retração chega a 17,3%. No mercado de laranja para mesa a situação não é diferente. A caixa da fruta fechou setembro a R$ 6,71, baixas de 3,14% em relação a agosto e de 39,67% sobre setembro de 2011.

Para tentar escoar a grande oferta de laranja no mercado e oferecer algum suporte aos preços, a Conab anunciou para quinta-feira um novo leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) da fruta.

A estatal quer negociar a venda de 4,2 milhões de caixas de laranja in natura (Citrus sinensis) da safra atual. A operação se destina a produtores de São Paulo e Minas, onde as indústrias de suco se abastecem de matéria-prima. Os interessados deverão comprovar a venda e o escoamento do produto exclusivamente para indústrias de processamento. No dia 28, a Conab realizou um leilão de Pepro que atraiu pouco interesse. Foram ofertadas 4,5 milhões de caixas da fruta, mas só 23,25% do volume foi negociado.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2858678/preco-da-laranja-nao-reage-conab-anuncia-outro-leilao#ixzz28iEmu3Lq

Fonte: Valor | Por Fernando Lopes e Fabiana Batista | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *